Rede Corporativa
Santos - São Paulo - Brasil, 23 de abril de 2021.
29/03/2021
Blog
Construção Civil em Alta!
Reparou que o número de empreendimentos imobiliários em construção não para de crescer? Se você reparou, saiba que não se tratou apenas de uma impressão. O setor da construção civil está em alta. É o que garante a Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC).
 
Em outras palavras, isso quer dizer que mais prédios e empreendimentos imobiliários vão ser erguidos. E, se vai haver novos edifícios, também são necessários mais especialistas em projetos, para desenhar e dar forma aos novos edifícios e condomínios.
 
Se interessou? Quer aproveitar a onda de crescimento do setor da construção civil? Então, confira uma relação com cinco tipos de softwares que podem lhe tornar um projetista cheio de diferencias, que vai ser absorvido pelo setor de construção civil, que está em bombando.
 
1. AutoCad
 
Um dos softwares mais conhecidos e utilizados no mercado de projetos é o AutoCad, um sistema do tipo CAD (Computer Aided Design). Este programa é usado, entre outras coisas, para criação de peças de desenho técnico em duas dimensões (2D) e para modelos tridimensionais.
 
Lançado em 1982, o AutoCad é utilizado por projetistas de diversas áreas, tais como arquitetura, urbanismo, engenharia, design de interiores, construção civil e muitos outros.
 
Diante de sua importância e versatilidade, trata-se de uma ferramenta essencial para quem trabalha ou quer trabalhar na área de projetos. Seja um profissional formado ou um aspirante a profissional, dominar este software é um diferencial.
 
Por isso, não perca tempo. Clique aqui e confira um curso completo e tradicional em formar bons projetistas.
 
2. Revit
 
O Revit é direcionado ao desenvolvimento de modelo virtual tridimensional. Ele traz informações paramétricas, sendo uma excelente plataforma voltada a uma construção virtual que parte de uma real. Com isso, o software se torna importante desde o planejamento até a construção e o gerenciamento dos projetos.
 
Este sistema é um software BIM (Building Information Modeling), que pode ser utilizado por arquitetos, engenheiros e afins. Quem o domina, ganha produtividade em seus projetos, já que as ferramentas do programa permitem a geração de elementos presentes de forma simultânea em diversas vistas de projeto, independentemente de serem plantas, cortes, elevações e/ou perspectivas.
 
Tudo que for desenhado no Revit é gerado em 3D e vira uma maquete eletrônica. Aliás, a produtividade é multiplicada por quatro (ou mais) em relação a softwares de plataformas de desenhos em 2D, como o AutoCAD.
 
Se interessou? Então, clique aqui para aprender a usar o Revit.
 
3. Projetct
 
Se você precisa gerenciar projetos do início ao fim, o MS Project é mais do que uma opção: é uma obrigação. Afinal, ele vai ser importante desde o planejamento até o controle do que vai ser criado.
 
Ao conhecer, de forma aprofundada, este sistema, o profissional estará capacitado a gerenciar projetos com relação a prazos, recursos e custo do projeto.
 
Além disso, o MS Project permite a identificação de tarefas críticas, análise de variação do prazo e custo e alocação de mão de obra. No fim, serão visualizados relatórios, gráficos de andamento ou até filtros com informações específicas. Portanto, pode-se otimizar tempo e recursos com o uso correto do software.
 
Clique aqui e conheça uma alternativa rápida e completa para aprender a trabalhar com este sistema.
 
4. SketchUp
 
O SketchUp é uma ferramenta de modelagem tridimensional. Uma de seus principais diferenciais, quando comparado ao AutoCad, é que ele permite a inserção de profundidade, altura, móveis e decoração ao projeto. Este software também traz, por causa de seus recursos, a possibilidade de se adicionar luzes, sombras, texturas e muito mais.
 
Resumindo, este sistema torna o projeto mais completo. E é por isso que acaba sendo indispensável para arquitetos, engenheiros e outros profissionais que lidam, no dia a dia, com projetos. Eles poderão criar, desenvolver, modificar e visualizar projetos e ideias 3D.
 
Mais um detalhe importante: depois construir o projeto, o profissional pode colocá-lo dentro Google Earth.
 
Gostou? Então, clique aqui e confira um curso completo sobre o SketchUp.
 
5. VRay
 
Imagine a situação: você investe horas e mais horas em um projeto e o apresenta ao cliente, que não, no momento da apresentação, compreende suas ideias. No fim, você vai gastar mais tempo para tentar explicar e, em último caso, vai ter que voltar para a "prancheta". E isso não é legal...
 
Para evitar situações como esta, surgiram renderizadores, que vão mostrar, de forma clara, conceitos e escolhas. Assim, a chance de um cliente não entender algo é pequena, rendendo economia de tempo e esforços.
 
Um dos softwares mais poderosos deste tipo é o VRay, que traz modelagens tridimensionais, elevando o nível de realismo final do que vai ser apresentado. 
 
Sendo assim, se não quer correr o risco de não ter suas ideias e criatividade compreendidas por seu cliente, aprenda a usar esta ferramenta. Clique aqui e conheça um curso completo de VRay.

Atalhos da página

CONHEÇA AS ROTAS

Plano E-Solution Smart - Todos os direitos reservados
(00) 0000 - 0000 | contato@seudominio.com.br
Rede Corporativa e-Solution Backsite